Ficou com dúvidas? Mande-nos um whatsapp para 21 98211-7111(Thiago) ou 21 99636-8643(Oscar)

Seleção de abril

O Douro
A região do Douro, no norte de Portugal é a terra tradicional dos Vinhos do Porto e, embora estes vinhos façam sua fama, a produção atual é dividida igualmente entre os vinhos fortificados e os vinhos de mesa. A área de viticultura situa-se nas íngremes inclinações às margens do rio Douro.

A região é dividida em 3 sub-regiões, cada uma delas cobrindo uma porção do leito do rio, em seu caminho para a cidade do Porto: o Douro Superior é a mais interior, e representa cerca de 20% dos vinhedos; na área central, em torno da cidade de Pinhão, fica o Cima Corgo; e, finalmente, mais perto do Porto, encontra-se o Baixo Corgo, que é a área mais apropriada para a produção de vinhos de mesa, sendo mais fria e mais úmida do que as 2 outras.

O rio Douro sempre teve um enorme impacto sobre a região, determinando os "terroirs" e tornando-os acessíveis para que os homens pudessem plantá-los. Os vinhos fortificados têm sido elaborados nas encontas do rio desde o século XVII. Os vinhos eram embarcados em pequenos barcos chamados de "rabelos" para envelhecerem nas adegas de Vila Nova de Gaia.

Mas a história dos vinhos de mesa no Douro é bem mais recente. Em 1979, a demarcação foi atualizada para incluir esses novos vinhos e nos anos 1990 a produção teve um grande incremento. Atualmente, o Douro elabora alguns dos melhores vinhos tintos de Portugal, utilizando-se da grande diversidade de castas indígenas disponíveis. Na verdade, tanto os vinhos do Porto quando os vinhos de mesa do Douro podem ser elaborados com um impressionante conjunto de mais de 80 variedades de uvas nativas, muito embora a produção seja concentrada nas 5 variedades mais importantes: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinto Cão e Tinta Roriz (a Tempranillo espanhola).

Lavradores de Feitoria
A Lavradores de Feitoria é um projeto inédito, criado no Douro no ano 2000, e que em pouco tempo ganhou o reconhecimento internacional pela cuidadosa qualidade de seus vinhos.

A associação de 15 produtores e 19 quintas busca resolver a oposição entre o individual e o coletivo e o equilíbrio entre a grande venda e a qualidade do singular. Dá total liberdade a seus membros, mas estabelece regras de qualidade, cultivo e produção que devem ser cumpridos. Elabora vinhos de lote, ao mesmo tempo em que produz exclusivos vinhos de quinta.

Os Lavradores vêm das três sub-regiões do Douro, retirando o melhor de cada uma, em vez de separá-las pelas diferenças. Formam seguramente um dos mais interessantes grupos de produtores de Portugal, uma das principais inovações na região demarcada do Douro.



Clube Descobridor (2 Garrafas)R$112,00

Lavradores de Feitoria Cheda Tinto Douro 2016

Um vinho verdadeiramente delicioso, elaborado com uvas de vinhedos de 25 a 30 anos de idade.

Com cor vermelho rubi brilhante, apresenta no nariz frutas bem maduras, como amoras silvestres e ameixas pretas, balanceadas com toques de baunilha e notas de especiarias. Na boca é redondo, carnudo, com taninos maduros e muito frescor. A concentração atesta o estilo moderno e sedutor que é o fundamento de um vinho apaixonante.

Pronto para ser consumido de imediato, é no entanto um vinho que demonstra a capacidade de evoluir de forma bastante positiva por mais alguns anos em garrafa. Quem viver, verá!

Um vinho gastronômico que acompanha à perfeição carnes vermelhas temperadas, queijos curados e embutidos. Melhor servir a 18ºC.

Ficha técnica:
Denominação: DOC Douro
Castas: Touriga Franca; Tinta Roriz; Touriga Nacional
Estágio: 1/3 do vinho estagia em carvalho francês
Álcool: 13,5%
Acidez total: 64 meq/l
Açúcar residual: 0,6 g/l

Preço:
Na Loja EnoEventos: R$70
No EnoClube: R$56 (desconto de 20%)

Quantidade: 1 garrafa

Lavradores de Feitoria Cheda Branco Douro 2016

Um vinho de cor citrina brilhante. No nariz é limpo, frutado e bastante floral, com notas de mel, pêssego e rosas brancas.

Na boca, a entrada é fresca, mineral e bastante aromática, com notas amendoadas. Bom equilíbrio entre a estrutura e a acidez, apresentando fruta muito saborosa, com notas de damasco e banana madura. Vinho bastante agradável.

Beba como aperitivo ou harmonizando com frutos do mar grelhados ou com queijo de cabra.

Ficha técnica:
Denominação: DOC Douro
Castas: Malvasia; Siria (ou Roupeiro); Gouveio
Estágio: Sem passagem por madeira
Álcool: 12,5%
Acidez total: 73 meq/l
Açúcar residual: 2,6 g/l

Preço:
Na Loja EnoEventos: R$70
No EnoClube: R$56 (desconto de 20%)

Quantidade: 1 garrafa



Clube Exclusivo (2 Garrafas) R$166,40

Lavradores de Feitoria Cheda Tinto Reserva Douro 2015

Elaborado com uvas provenientes de vinhedos de 25 a 30 anos, é um vinho com estrutura, elegância e frescor, que garantem um bom potencial de evolução em garrafa.

A cor é vermelha, profunda, com reflexos violáceos. No nariz elegante, surgem as ameixas pretas bem maduras, acompanhadas de violeta e caramelo.

A boca é muito saborosa, o ataque é vigoroso, robusto mas muito muito aveludado, quase mastigável. Os taninos são equilibrados e o final é fino e longo, com retrogosto frutado. A madeira é muito bem integrada, deixando a fruta dominar o conjunto, o que dá elegância, complexidade e grande equilíbrio ao vinho.

Um grande vinho, pronto para se beber agora, mas que poderá ser guardado por pelo menos mais 6 anos. Sirva a 18ºC.

Ficha técnica:
Denominação: DOC Douro
Castas: Tinta Roriz; Touriga Nacional; Touriga Franca
Estágio: 50% do vinho amadurece em inox, 25% em barricas de carvalho francês novas e 25% em barricas de segundo uso durante 12 meses
Álcool: 14%
Acidez total: 64 meq/l
Açúcar residual: 0,6 g/l

Preço:
Na Loja EnoEventos: R$104
No EnoClube: R$83,20 (desconto de 20%)

Quantidade: 2 garrafas



Clube Completo (4 Garrafas)R$278,40

Lavradores de Feitoria Cheda Tinto Reserva Douro 2015 Quantidade: 2 garrafas

Lavradores de Feitoria Cheda Tinto Douro 2016 Quantidade: 1 garrafa

Lavradores de Feitoria Cheda Branco Douro 2016 Quantidade: 1 garrafa